A densitometria óssea é um exame de radiologia que mede, com rapidez e precisão, a densidade dos ossos. O resultado é comparado com padrões para idade e sexo.

É principalmente usada para diagnosticar quadros de osteopenia ou de osteoporose, doenças nas quais a densidade e a quantidade de minerais são baixas, e o risco de fraturas é alto. A osteopenia é uma afecção óssea na qual os ossos perdem estes minerais e têm menor densidade, o que os torna mais frágeis. Quando a perda óssea é grave, a afecção se chama osteoporose.

Os objetivos do exame são: avaliar o grau de osteoporose, indicar a probabilidade de fratura, possibilitar a obtenção da curva de perda óssea através do tempo (quando a avaliação é feita periodicamente), e auxiliar no tratamento médico.

O exame está indicado em mulheres em fase de pré-menopausa, menopausa, pós-menopausa, em regime de reposição com hormônios estrógenos, e também nos indivíduos em uso de hormônios tireoidianos, corticosteróides, e medicamentos anticonvulsivantes.

Nas crianças, está indicado quando há necessidade de acompanhamento do desenvolvimento ósseo, em doenças osteometabólicas, e ocasionalmente em regimes dietéticos para emagrecimento.

Caso a paciente acredite estar grávida, ela deve notificar seu médico. A rotina diária antes deste teste não precisa ser mudada, seja em relação a alimentos, bebidas ou medicamentos ingeridos, exceto por medicamentos que contenham cálcio. Estes medicamentos devem ser evitados por 24 horas antes do exame de densitometria óssea.

O paciente não deverá ter se submetido a exame de Medicina Nuclear previamente (72 horas) e não deverá ter realizado exame radiológico com uso de contraste (aguardar pelo menos 5 dias).

No dia do teste, o paciente deverá comparecer com roupa sem metais (zíper, botões, broches, etc).

 

Conheça todos os exames


Fale Conosco
Perguntas Frequentes

É a visualização do colo do útero através de equipamento (Colposcópio) que contém lente de vários aumentos para que possamos identificar melhor  áreas alteradas e se necessário realizarmos a biópsia para que o patologista consiga melhorar seu diagnóstico. Vídeo colposcopia  é o exame do colo do útero usando aparelho (colposcópio) que contém […]
É uma técnica utilizada na ginecologia para diagnósticos e cirurgias intra-uterinas não-invasivas para investigar o interior do útero (cavidade uterina). Permite a avaliação das patologias em casos de infertilidade, abortos, sangramento uterino anormal, pólipos, miomas, aderências e espessamento do endométrio. Durante o exame para diagnósticos é introduzida pela vagina, no […]
A biópsia endometrial é um exame ginecológico geralmente requisitado para determinar a causa de um sangramento anormal. Neste procedimento um um pequeno tubo metálico ou plástico, é inserido através do colo do útero no interior da cavidade uterina e movimentado para a frente e para trás em movimentos circulares, sendo realizada a aspiração […]
O Mapeamento Cerebral avalia a quantidade de atividade elétrica de uma determinada região do cérebro. Também chamado de EEG Quantitativo, proporciona uma avaliação mais precisa da atividade cerebral, dando uma visão gráfica mais apurada da localização de alterações elétricas através de demonstração e exposição de histograma e mapa de valores. […]
O exame de Papanicolau verifica alterações nas células do colo do útero. O colo do útero é a parte mais baixa do útero que o liga à vagina. Outros nomes para o exame de Papanicolau são Citologia Oncótica ou Preventivo. O exame de Papanicolau serve para se verificar alterações nas células cervicais. Estas alterações que […]
Este exame é realizado por ultra-sonografia – com o recurso adicional de imagens tridimensionais (3D e 4D) – em qualquer fase da gestação. A ultra-sonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestantes. Este exame permite investigar e acompanhar as diferentes etapas da vida intra-uterina, avaliar o crescimento e […]
A ultrassonografia constitui uma modalidade de exame de imagem sem a utilização da radiação, constituindo um exame inócuo para os pacientes e praticamente sem contraindicações. A obtenção da imagem é realizada pela emissão de ondas sonoras de alta frequência que são refletidas ao atingir um tecido ou órgão estudado. Este […]
A eletroneuromiografia (ENMG) é utilizada para detectar alterações nos nervos periféricos dos membros superiores e inferiores, os quais podem sofrer lesões em doenças ocupacionais (do trabalho), traumáticas (acidentes de motocicletas, de carro ou por armas de fogo ou branca), podendo ainda alterarem-se nas doenças metabólicas (diabetes mellitus, alcoolismo), infecciosas e […]
Copyright 2018 © Todos os direitos reservados - UDI 24 Horas
Desenvolvido por Rafael Marques